Sabático: Como financiar alguns meses sem trabalhar (parte 1)

Ano passado tirei 5 meses sabáticos pra viajar pelo mundo sozinha, só eu e minha mochila. Visitei lugares incríveis, vivi experiências inesquecíveis. Perguntei o que vocês queriam saber sobre como tirar um sabático, e sem dúvidas essa foi a pergunta mais frequente: Como financiar? É um assunto complexo então vou dividir em dois posts.

Bom, como já expliquei eu não sou rica, não tinha uma mega poupança nem ganhei uma herança misteriosa. A resposta bem resumida é: cortei todos os meus gastos que não eram totalmente necessários por muitos meses, enquanto me preparava pra viajar. Parece simples, mas não é. Então aqui nesse post vou explicar com detalhes como eu fiz isso.

Se você trabalha e ganha o suficiente pra ter uma vida confortável – ou seja: sem luxos, mas consegue pagar suas contas no final do mês – existem algumas maneiras:

  1. Fazer um acordo com sua empresa para criar um banco de horas e depois usar as horas extras pra viajar;
  2. Fazer um acordo com sua empresa para uma redução salarial temporária, e o que você não recebe de salário fica guardado (numa espécie de poupança forçada) e quando você for viajar, eles te pagam o que você juntou;
  3. Juntar dinheiro independente de sua empresa, e fazer um acordo de férias não-remuneradas;
  4. Juntar dinheiro independente de sua empresa, pedir demissão e ir sem vínculo empregatício.

Existem muitas vantagens em manter o vínculo empregatício (principalmente se você gosta do seu trabalho):

  • Você vai precisar juntar menos dinheiro, já que assim que voltar de viagem já terá uma renda. Quem decide pedir demissão, deve considerar que na volta precisará de um certo tempo para procurar um emprego novo – ou seja, você terá que ter reservas para se manter enquanto procura;
  • Você vai ter menos estresse enquanto estiver fora. Saber que vai voltar e seu emprego vai estar lá te esperando vai te dar muita tranquilidade. Se não, você pode acabar deixando de aproveitar seu sabático tanto quanto poderia porque vai ficar estressada pensando no que terá de fazer quando voltar;
  • Você vai estar assegurada enquanto estiver viajando. É importante garantir que sua empresa continue pagando seu seguro de saúde enquanto você viaja – isso pode ser negociado como uma espécie de garantia para a empresa de que você vai voltar. É possível que você tenha que comprar um seguro de viagem adicional, mas muitas vezes ter um seguro de saúde te ajuda a negociar seguros de viagem mais baratos.

Nos próximos post sobre esse assunto, quero falar mais sobre como eu convenci minha empresa a me deixar ir sem perder meu emprego. Existem muitas dicas e espero que possa ajudar.

Se você não tem um trabalho formal, mas tem fontes de renda, o sabático também é possível. Já que independente de fazer um acordo ou não com sua empresa, você vai precisar juntar dinheiro pra viajar!

Independente de fazer um acordo ou não com sua empresa, você vai precisar juntar dinheiro pra viajar!

Mas como fazer isso? Na minha opinião, duas palavras-chave aqui são: disciplina e minimalismo. Disciplina pra policiar seus gastos por muitos meses, talvez anos. E minimalismo pra aprender a viver com menos. Como assim?

Bom, se você considera a ideia de viajar por aí só com uma mochila, deve considerar que quanto mais levar, mais terá que carregar. Ou seja: o ideal é levar o mínimo possível. Isso significa que seu sabático será um período bem minimalista da sua vida, já que você só terá aqueles poucos itens da mochila. E o período de juntar dinheiro antes de viajar é importante, porque você vai economizar cortando “luxos”, luxos esses que você não vai ter durante a viagem de qualquer forma.

Tem gente que viaja e fica em hotéis chiques, mas se você tá aqui lendo esse post, provavelmente não é uma pessoa rica (assim como eu). Ou seja, durante a sua viagem você vai muitas vezes ficar em pousadinhas simples, ou hostels (que inclusive são uma ótima opção pra quem viaja solo poder conhecer pessoas no caminho). E vou te contar: você raramente vai ter um banheiro só seu, por exemplo. Ou uma cama de casal. Banheiro próprio e cama de casal são sim um luxo!
Se você pensa em acampar adicione água encanada, internet, vaso sanitário etc. nessa lista.

Imagino que muita gente desista dessa ideia de sabático depois de ler isso. Leu tudo isso e ainda assim quer viajar? Então fica atenta que no próximo post vou mostrar estratégias para reduzir seus gastos e economizar para seu sabático dos sonhos 🙂

Esse post continua aqui

Essa é uma série de posts sobre sabático. Para não perder os próximos posts, coloque seu e-mail aqui do lado, na caixinha da newsletter. Assim você recebe e-mails sempre que tem post novo! 🙂

Qual Aline? Aquela Aline! A que gosta de escrever 🙂

ola@aquelaline.com

Publicado por aquelaline

Sou a Aline, brasileira, designer, viajante e sempre curiosa. Já morei em 4 países, falo 4 línguas e criei esse blog pra compartilhar um pouco do que aprendo por aí.

4 comentários em “Sabático: Como financiar alguns meses sem trabalhar (parte 1)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: